A BOL usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de cookies. SaberMais/ Fechar
Distrito Sala
Detalhe Evento
O libertino passeia por Braga, a idolátrica, o seu esplendor

O libertino passeia por Braga, a idolátrica, o seu esplendor

Teatro & Arte | Teatro

T. M. Joaquim Benite

Café-Concerto
Classificação Etária
Maiores de 16 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2018
fev
02
a
2018
fev
03

Próxima Sessão

02 fev 2018 22:00
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

55 minutos

Promotor

Teatro Municipal Joaquim Benite

Breve Introdução

No documentário O libertino, na altura de se pronunciar sobre uma das suas obras de referência (O libertino passeia por Braga, a idolátrica, o seu esplendor), Luiz Pacheco limita-se a recordar um dia de maluqueira. Recusa falar, por exemplo, das tendências homossexuais que percorrem a obra ou até esclarecer se a referência a Braga deve mesmo interpretar--se, neste contexto, como símbolo da Igreja Católica e do Estado Novo. Seja como for, desabafa: Meteram-me dentro do texto. André Louro, neste espectáculo, faz o mesmo, transformando o texto escrito em 1961 num monólogo que sobrepõe a figura do escritor à do libertino que tenta seduzir lolitas e magalas na cidade dos arcebispos. Rui Monteiro, na Time Out, aplaude o resultado, sublinhando que o actor se converte em libertino perverso e irresponsável sem se perder em efeitos de representação e superficialidades, assim dando consistência à fragilidade original da peça com uma interpretação rigorosa e emocional.

Ficha Artística

texto de Luiz Pacheco
encenação de António Olaio

Interpretação André Louro
Figurino Maria Ribeiro
Assistência de encenação Anabela Felício

Preços

  • Entrada - 10€

Transportes Públicos

Metro Sul do Tejo
TST

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

Carlão

Música & Festivais | Concerto

T. M. Joaquim Benite

Sala Principal